Homem em loja de lingerie

soutien

2016. As moças falando de igualdade, empoderamento, liberdades…

Ai, você, homem, resolve entrar numa loja de lingerie para ajudar sua mulher a comprar calcinhas e soutiens.

É uma experiência muito engraçada. Parece que você está invadindo um banheiro feminino e todas as mulheres – vendedoras ou clientes – estão incomodadas pela sua inconveniente presença naquele recinto. A situação faz você se sentir uma espécie de taradão.

Você que está lendo: conhece alguma loja ou departamento de lingerie que tenha algum vendedor homem para ajudar algum comprador menos versado nas coisas femininas? Pois é.

Procurei (e achei!) todas as peças que minha mulher comprou, enquanto a vendedora que nos atendia trazia coisas inúteis e caras. Enquanto minha mulher experimentava as coisas e eu flanava pela loja, a vendedora me fiscalizava. Só dirigiu a palavra a mim uma única vez. Quando peguei um (lindo!) soutien cinza.

Isso é pra amamentar! Disse, em tom agressivo e de reprovação.

Não fosse caríssimo, eu tinha levado pra minha mulher, no provador. Só pra sacanear.

Aliás, ainda sob um olhar masculino, é apavorante a quantidade de soutiens e calcinhas com enchimento. Você vê aquele top bonito e, quando pega, parece um travesseiro, de tanto material que tem ali. A coisa atingiu um tal patamar que, sem medo de errar, 60 a 70% dos conjuntos mais bonitos que vi na loja tinham alguma espécie de enchimento. A ponto de ser difícil para uma mulher com muito busto (termo que só existe em loja de lingerie) comprar modelos sem ficar parecendo a Jane Mansfield ou a Gina Lollobrigida.

Visto de fora, bem de fora, parece incoerente. Mas pensando num mundo de silicones e botoxes, até que faz sentido. Eu só acho que o mundo feminino cada dia mais carece de sentido. Ao mesmo tempo em que querem mostrar independência e modernidade, parecem atadas a conceitos muito antiquados e, por que não, retrógrados.

Vou seguir achando divertido entrar no universo feminino, apesar das caras feias e dos olhares de reprovação. Em tempo: minha mulher se divertiu e também ficou chocada com a reação das mulheres da loja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *